quarta-feira, 2 de maio de 2007

Não!!


Ela colocou o rosto dele ao seu pescoço, acariciando-lhe o cabelo. Como sempre ela cheirava a rosas……ele inalou profundamente aquela fragrância sentindo que finalmente, estavam de novo juntos.
Ele abraçou-a com força, e num sussurro disse-lhe:
Desejava poder ter-te em meus braços, mas as circunstâncias não eram as mais favoráveis.…
As lágrimas corriam-lhe pela face, mais uma vez, mas ela já não se importava com isso.
Lentamente, ele começou a acariciar-lhe o corpo….a deslizar as suas mãos por baixo da blusa, em busca de seus peitos. A respiração de ambos começou a acelarar, os desejos a aumentar, seus corpos uniam-se em busca do prazer, que os envolvia.
Cada vez mais próximos, saciados pelo momento, ele desabotoou-lhe a blusa, passando a barba do seu queixo por seu pescoço, que começou a despertar-lhe uma sensação erótica na sua pele. Continuando a beija-la, num lento e prolongado beijo, ela repentinamente chegou-se para trás e finalmente disse-lhe para o que ia.

(Ele, que até à data, tinha evitado estar com ela, ficou imóvel, aguardando calmamente tudo o que ela lhe tinha a dizer.)

-Não, não posso permitir que este momento aconteça. Venho cá por um único motivo.
Vim te dizer que não quero ver-te mais. Que nunca mais quero sentir o teu toque, o teu perfume, a tua pele na minha.

- Quero-te dizer que me arrependo de nunca te ter dito o que sentia, vim hoje para te …

- Não, não digas mais nada! Tarde demais! Não reabras uma ferida, não quero envolver-me novamente contigo, beijar-te, sentir-te, olhar-te e partir…

- Mas agora vais ser diferente deixa-me dizer-te…

- NÃO!

10 comentários:

A.g. disse...

- Quero estar contigo quando nos encontramos?

- ...

- Não dizes nada? silêncio?

- Não me parece boa ideia encontrarmo-nos, se fizermos isso, é sempre mais uma vez...

- Quero fazer amor contigo, ter-te nos meus braços, beijar-te...

- Amanhã...

( Gostei do teu texto, nem todas as histórias têm um final feliz, se eu escrevesse esse final...se tivesse tempo para o pensar... talvez lhe desse um pouco de verde... afinal a esperança...existe sempre... quando o não é definitivo? saberemos esse limite? esse 'nunca mais'? saberemos...?)

Beijos e um xi

Anónimo disse...

Hummmmmmm mim gostou muito! :) Barbudozinho

Anónimo disse...

fantastico miga .......senti uma nostalgia ao ler isso .....beijokas

Negra_Tulipa disse...

Por Vezes é mesmo tarde de mais... Mas nada como ter coragem para dizer olhos nos olhos... Nao Te Quero Mais!!! Sem cobardias e sem subterfugios... jinhos em tu nina mai linda :)

faraónaufragado disse...

Sabes aquele fado do faraó n sabes? pois... 'Se me esqueceres nessa ausência
Que ocupa o meu lugar
Cada sombra tem a essência
Da suave permanência
Da miragem dum olhar'

Mas lá está até quando?

BeijosAoSomdoNilo

KI disse...

Ahummmm :9 Ahummmm :) este river anda muito turbulento...ahummmm deixa -me ficar zen para te comentar :)

Não?? Não pa sempre sempre sempre? epah sempre é tanto tempoooooooo!! e nunca?? nunca é sinónimo de sempre na linha limitativa do tempo...

Ahummmmm... (vou entrar em transe...)

Besitos

Curioso disse...

Op,

( És mesmo cruel! )

Esse não, não quereria ser um sim?!? Essa atitude radical, foi tomada porquê?
É um teste às tuas capacidades de resistência?!?;)

(Óh, que já me esquecia, que é apenas um simples post, em que a menina resolveu, não dar um final feliz ao casal!)

Beijinho

Anónimo disse...

sorry miga meti o......comentario mas eskeci de assinar por baixo.....krust (fantastico miga ...senti uma nostalgia ao ler isso...) era eu esse mas o sono dominou-me mil e um e meio perdoes beijokas

todaela disse...

Op.

Às vezes é tão mais fácil dizer um sim qundo queremos dizer não.
Sabemos que a pessoa vai ficar magoada ao ouvir o não, mas sempre é melhor ouvi-lo, do que viver uma mentira e sofrer...

Lindo texto, um final diferente.

Beijos grandes

Anónimo disse...

Gostei do erotismo do texto :) Mas aquele corte no fim...ui. Susana-Silva3