quarta-feira, 9 de maio de 2007

( ... )


Deitado na cama, sobre esse lençol que se envolve em teu corpo, tu afagas as tristezas por instantes.
Apagas de ti, os tempos em que o lençol se entrelaçava em nossos corpos, num momento de carícia e sedução.
Permaneces imóvel, sobre a solidão que te assombra nas noites em que insisto em deixar-te só, em que tento fugir de ti………deixas-te adormecer, embalado pelo som do silêncio da minha voz.
Partes para lugar incerto, onde tudo se torna mais fácil, onde a escuridão ganha luz, onde o silêncio se transforma em gemidos de prazer, onde os corpos que não se tocam passam a possuir-se numa entrega de loucura e desejo, onde as lágrimas de tristeza passam a rolar com alegria, onde a voz que sufoca passa a ser a melodia que me entregas num murmúrio!
Deitado…sozinho…aguardas calmamente, que eu volte, para te pedir:
Perdão!

9 comentários:

Anónimo disse...

tadito,tas lixado agarra-te ao lençol e dorme k na te safas lol .....na brinca né?!!!!! beijão miguita toda giraça ;) krust

Anónimo disse...

..."aguarda calmamente"... Pois...pois...fia-te na virgem e não corras. Abre os olho zinhos :))

Negra_Tulipa disse...

Ha momentos em que so mesmo os sonhos que sonhamos a dormir nos trazem de volta aqueles momentos em que mais fomos felizes... ali naquele momento tudo volta a ser possovel, ate ouvirmos aquela palavra nunca iremos ouvir, talvez por orgulho talvez por teimosia, por muito que o "outro" tenha vontade de dizer... a palavra "Perdao" nunca sera dita... Mas eu juro que ja a ouvi em sonhos milhares de vezes... e que tudo perdoei da primeira vez que a ouvi!!! jinhos em tu nina linda :)))

Noite disse...

A solidão é um estado d'alma, um instante em que nos perdemos, em que ficamos vazios, em que nem o outro nos preenche, mas é também um lugar, feito de nada onde te espera a outra parte de ti, que sente já, por antecipação o teu regresso.

Lobaaaaaaaaaaaaaaaaa disse...

Olá sua Louca,

Mai nada! Assim é que é... mulher que se preze não pede perdão ao homem... (brincadeirinha).

Muito sensual, o texto e a foto (hummmm... dá que pensar).

Beijos mil em tu :)

todaela disse...

Op.

Que texto...
Ao ler assim, até dá vontade de sonhar...
É assim tão dificil pedir perdão?
Mais dificil é querer e não ter,
é sonhar e saber que esse sonho nunca se vai realizar...
Mas como sonhar ainda não paga imposto, vamos sonhando tudo hoje, amanhã nunca se sabe. hehehe

Beijos (...)

Som Do Silêncio disse...

Amar é se desarmar...
É ficar sempre solto e feliz
Amar, é compreender o outro
E nunca cansar de dizer, mesmo em silêncio:
"Eu Amo-te..."

Beijinhos e gostei muito do teu post :)

Maria da Fonte disse...

Ai minha Virge Santa do Lanhoso que ate fiquei toda lambuzada so de olhar para aqueles lençois de linho lavadinhos de fresco que até me vem aqui o cheiro. Oh D.Operadadora meio chanfrada dpos carretos, se o meu home vê por aqui....num quero nem pensar. Mas eu ando com umas frescuras na patareca que nem sei que mais fazer. Se Dona operadora senhora meio louca abrisse uma consultorio sentimental eu era a primeira freguesa, assim como assim amanha de manha vou ser a primeira freguesa no mercado que ma ta apetecer comer uma salada de tomate, cenoura e pepino para tapar estes buracos que tenho à volta do estomago.Ai!ai!
Beijoriquão da sua Maria da Fonte

Ps: se lhe der a minha morada, será que ma amandava foto por correio verde (urghh)para a eu a por junto as santinhas?

Viriato disse...

Eu dava-te os calores, as calorias e chalava-te toda, não sei porque precisas de uma consulta se eu ando há meses a oferecer-me para brincarmos aos médicos. Vens aqui de madrugada dizer a menina Op. coisas destas, e falar em pepinos e rabanetes e comigo nem um pão com chouriço queres.

Beijo na sua mãozinha menina Op.

P.S. - Não mande foto para ela. A Maria já incendiou o santuário duas vezes com as lamparinas dos trezentos.